Método LISA de controle de qualidade de traduções

O que é o Método LISA?

O LISA QA é um mecanismo formulado para tornar o processo de QA (Quality Assurance - Controle de qualidade) o mais objetivo possível. Com base nos padrões aceitos pelo setor de localização, ele foi desenvolvido para oferecer métricas na forma de informações estatísticas que tratam das principais categorias de erros.

Qual a importância de seu uso?

A utilização do método LISA (Localization Industry Standards Association) visa manter a qualidade e a precisão do processo de revisão. A revisão de texto é de fundamental importância para a busca da melhor qualidade possível para o texto traduzido. Várias questões são levadas em consideração durante a revisão, como a gramática, a terminologia e a adequação terminológica. Além disso, durante a revisão, é possível avaliar se o texto está de acordo com os padrões exigidos pelo cliente. O método LISA serve para organizar essas questões e padronizar o método de avaliação da tradução, pois ele oferece um panorama da qualidade do texto traduzido.

O método LISA também funciona como uma ferramenta de feedback para o tradutor: ele recebe um relatório com os erros e/ou melhorias apontados durante a revisão, que o ajudará a aprimorar seus próximos trabalhos, além de promover o acompanhamento constante.

Como funciona?

O LISA QA conta com um sistema de pontos. O número máximo de pontos de erros permitido tem como base o número de palavras traduzidas. Por exemplo, três erros leves em uma tradução de 200 palavras fariam com que ela ficasse abaixo da métrica, já que dois é o máximo de pontos de erros permitido. No entanto, dois erros leves não fariam uma tradução de 2.000 palavras ficar abaixo da métrica, pois o número máximo de pontos de erros permitido é 18. Basicamente, o número máximo de pontos de erros permitido é proporcional ao número de palavras traduzidas. Essa proporção é menor do que 1% do número total de palavras.

No LISA QA há três níveis de gravidade para os erros: grave, importante e leve. Quanto mais grave é o erro, maior é o número de pontos atribuído a ele, para refletir a sua severidade. Erros leves são os menos graves. Cada erro leve encontrado vale um ponto. Os erros importantes são o segundo tipo mais grave. Cada erro importante vale cinco pontos, ou seja, é igual a cinco erros leves. Erros graves são o tipo mais sério de erro. Mesmo que apenas um erro grave seja encontrado, a tradução/localização fica abaixo da métrica imediatamente. Erros graves valem um ponto a mais que o máximo de pontos de erros permitido.

O máximo de pontos de erros permitido em cada categoria é calculado automaticamente, usando o número de palavras traduzidas. A coluna "Total" calcula o número de pontos marcados em cada seção. As colunas “Total” e “Max.” oferecem informações sobre quais categorias de erros apresentam mais problemas. Isso torna as áreas problemáticas claramente identificáveis, já que, quanto maior é o total, mais grave é o problema.

Durante a revisão de uma tradução, os números de erros são inseridos nos campos adequados de acordo com a categoria e a gravidade dos erros. À medida que os erros são inseridos no formulário, a informação APROVADA ou REPROVADA aparece automaticamente na área “Resultado”, representada por verde ou vermelho, respectivamente.

Terralíngua Traduções | Qualidade de tradução pelo método LISA Utilização do sistema do método LISA de controle de qualidade de tradução em conformidade com a certificação ISO 9001 e ISO 1700 qualidade de tradução, método, LISA, certificação
© 2017 Terralíngua Traduções Ltda.